Site Uberlândia Press

Notícias e Artigos de Uberlândia

Notícias de Minas

Pmic 2020 recebe 298 projetos para apreciação

Número é aproximadamente 30% maior que o apresentado na edição anterior

Sempre pensando em oferecer políticas públicas que democratizam o acesso da população à cultura, a Prefeitura de Uberlândia tem realizado diversas ações e publicado editais que levam a produção artística para a comunidade. Prova disso é o Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Pmic), que recebeu 298 projetos para apreciação.

Pelo segundo ano consecutivo, o programa conta com o montante de R$ 5,6 milhões para serem investidos nos projetos aprovados, sendo R$ 3,1 milhões oriundos do Fundo Municipal de Cultura e R$ 2,5 milhões do Incentivo Fiscal. Nas edições anteriores, o valor era de R$ 3,6 milhões.

A iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura promove a captação e a canalização de recursos para projetos artísticos. Assim, o Pmic estimula a realização de projetos e abre portas para agentes culturais, produtores, artistas e outros que desejam contribuir de alguma forma com a cena artística local.

Quase 300 projetos inscritos

Os quase 300 projetos inscritos vão passar agora pela apreciação da Comissão de Avaliação e Seleção (CAS). “Esse valor teve mais de 70 projetos em relação à edição anterior, quando 229 projetos foram inscritos. Isso, no meu ponto de vista, mostra que as pessoas têm se qualificado e buscado a forma correta de concorrência de edital público”, comentou a secretária responsável pela pasta, Mônica Debs Diniz.

Essa qualidade também é demonstrada por meio da aprovação de projetos em edições anteriores, que teve aumento expressivo: no Pmic 2018, foram 65 aprovados e na edição de 2019, 109 propostas foram aprovadas. “Quem ganha com isso, além dos próprios artistas, é a comunidade, que está tendo acesso a produções culturais de qualidade e em um valor acessível”, acrescentou a secretária.

O edital para o exercício de 2020 foi lançado no dia 17 de julho para interessados em colocar em prática propostas de artes visuais, audiovisual, histórias em quadrinhos, design, fotografia, comunicação, circo, jogos virtuais, literatura, cultura afro-brasileira, dança, contação de histórias, música, teatro, patrimônio cultural e outros segmentos podem se inscrever.

Todos os aprovados seguirão as atualizações na lei 12.182, que foi aprimorada em 2017, com o intuito de conferir mais transparência e abastecimento à demanda cultural de Uberlândia. As regras do edital são definidas mediante encontros junto ao Conselho Municipal de Cultura.

x