Notícias de Minas

Gaeco faz operação em Araguari para combater esquema de desvio de verbas publicitárias

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Uberlândia, em parceria com a Polícia Civil e Polícia Militar, realiza na manhã desta terça-feira (13) uma operação para combater um esquema de desvio de verbas publicitárias que envolve secretários e servidores municipais de Araguari.
São cumpridos um mandado de prisão preventiva contra o secretário Chefe de Gabinete, Marco Antônio Farias, que ainda não foi localizado. E ainda uma ordem judicial para o afastamento do secretário de Educação, Werlei Ferreira de Macedo.

Também existem 14 mandados judiciais de busca e apreensão que são cumpridos nas residências dos denunciados e outros servidores, além das sedes das secretarias de Educação, Gabinete e Administração.
A reportagem está em contato com a Prefeitura e em busca dos defensores dos secretários para pedir posicionamento sobre o caso.

Os secretários podem responder por lavagem de dinheiro, fraude em licitações, falsidade ideológica, corrupção ativa e passiva.

O esquema

De acordo com o Gaeco, o esquema ilegal de 2017 envolve um contrato de 12 meses de cerca de R$ 3,5 milhões. Conforme a denúncia, os dois secretários eram donos de um grupo de comunicação e teriam ido atrás do vencedor da licitação para alinharem negócios em conjunto, o que é uma prática ilegal.

Os secretários, donos de fato da agência, tinham influência para conduzir a licitação e direcionar os recursos ao grupo, depois que se uniam ao já esperado vencedor do certame, que posteriormente se juntava ao esquema. Para legitimar a operação, nomes de parentes e outros laranjas eram usados para representar “oficialmente” as empresas.

A legislação que respalda a atuação do servidor público impede que funcionários em cargos comissionados sejam donos de empresas que recebam verbas públicas.

Fonte:G1/https://www.google.com/amp/s/g1.globo.com/google/amp/mg/triangulo-mineiro/noticia/2019/08/13/gaeco-faz-operacao-em-araguari-para-combater-esquema-de-desvio-de-verbas-publicitarias.ghtml