Homem é morto a tiros e corpo é encontrado em Estrada vicinal no bairro Mansour

Por: Blogueiro Alexandre

Na noite desta segunda-feira 05, a Polícia militar recebeu a informação via copom de que na Estrada vicinal que dá acesso a Chácaras Oliveiras, que passa em frente a um motel, às margens do bairro Fruto do conde (Mansour 02), o solicitante teria ouvido alguns disparos de arma de fogo. Simultâneo a esta chamada uma pessoa teria deparado com uma viatura policial militar, próximo a um posto no Anel viário, e passado essas mesmas informações e que teria ouvido em torno de oito disparos e que teria visto, a princípio, um veículo Vw Gol de cor prata nesta vicinal, pouquíssimo tempo depois de ouvir os disparos e que estava sentido MGC 497.

A partir destas dessas informações, a PM deu início ao rastreamento e localizou a uns quinhentos metros após o motel, sentido chácaras, um homem. 

De imediato os militares acionaram o resgate. Com a chegada do guarnição do SIATE/BOMBEIROS foi confirmado que a vítima já estava sem os batimentos cardíacos.

Foi acionada a Perícia para o local, que realizou seus trabalhos periciais e liberou o corpo para o IML. Durante os trabalhos da perita não foi localizado nenhum documento que poderia identificar a vítima. Foram realizadas pesquisas junto aos bancos de dados da PM e aos demais militares da guarnição Uberlândia e chegou-se à uma possível identificação desta vítima, visto que havia uma foto cadastrada semelhante a vítima baleada. Ainda durante as buscas no banco de dados da PM, para localização de um parente, foi encontrado um registro de 2020 que tinha o endereço do pai da vítima, no bairro Luizote de freitas. Um policial fez contato neste endereço, e conversou com o morador e este confirmou à guarnição que tinha um filho com o nome apresentado, mas que fazia uns três dias que não o via. Ao ver a foto tirada no local onde a vítima fora encontrada, ele reconheceu seu filho, de 29 anos. Após ser perguntado se saberia dizer alguma coisa sobre o fato, este disse que a uns três dias atrás foi procurar seus filho que é usuário de drogas nas imediações da rua Augusto machado, onde há uma casa abandonada que é usada por usuários e traficantes, e que teria encontrado neste local uma pessoa que não conhece e sem dados dela, que teria lhe dito que os caras iriam matar seu filho. Ainda foi informado por esta pessoa que seu filho estava praticando pequenos delitos como furto. O pai da vítima ainda disse aos policiais que seu filho tinha uma dívida de drogas no bairro, que seria em torno de uns duzentos reais e que teria até esta semana para quitar esta dívida junto aos traficantes.

No local onde o corpo foi encontrado, os policiais localizaram sete cápsulas deflagradas de pistola calibre 380, um projétil deflagrada sob o corpo, e tinham aproximadamente de dezessete a vinte possíveis perfurações provenientes de disparos de arma, na face, braço esquerdo, abdomen, nádegas lado esquerdo e no tórax. Não foi informado quais perfurações eram de entrada ou de saída dos projéteis. Os materiais localizados na cena do crime ficaram a cargo da perita.

Diligências foram realizadas com intuito de identificar autoria e real motivos pelo cometimento do crime.

Fonte PMMG/Blog Udi