Serralheiro é preso por agressão e descumprimento de medida protetiva no bairro Martins em Uberlândia


A Polícia Civil de Minas Gerais, através da Delegacia da Mulher, vinculada à 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Uberlândia, prendeu nesta manhã (terça-feira, 26) um serralheiro de 43 anos, acusado de descumprimento de medida protetiva por agressão à esposa, de 46 anos. O homem já havia sido preso anteriormente, e ficado recluso por cinco meses, no presídio Jacy de Assis.

A prisão ocorreu na residência do casal, no bairro Martins. Segundo a delegada da Mulher, Lia Valechi da Silva, mesmo sabendo que havia uma ordem judicial contra ele para ficar longe da vítima, ele voltou a residir na residência. No ano passado, em setembro, ele voltou a agredir a mulher, segundo a polícia apurou. Hoje os policiais foram à casa da vítima e o encontrou residindo no domicílio.

A delegada explicou que por constantes agressões à mulher, o agressor foi preso em julho de 2019, quando o juiz determinou o seu afastamento do lar. Contudo, no ano passado, ele retornou para dentro de casa e em novembro a agrediu novamente, quando foi preso e conduzido ao presidio Professor Jacy de Assis, onde ficou até abril. “Solto, ele reincidiu no mesmo delito”, segundo Lia Valechi.
                                                             
Produzido pela Assessoria de Imprensa da Polícia Civil de Uberlândia (MG