Homem que matou desafeto durante lual em 2019 é preso em Uberlândia


A Polícia Civil de Minas Gerais, através da Delegacia de Homicídios vinculada à 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Uberlândia, prendeu Guilherme Souza Andrade da Paz, 22 anos, acusado de matar Jovino de Oliveira Neto, 31 anos, durante um lual na Rua Natal Felice, perto da Cargill, no bairro Industrial. O crime aconteceu no dia 18 de julho de 2019, após uma desavença entre ambos.

A prisão ocorreu na sexta-feira, dia 22, segundo informou a Polícia Civil.

Guilherme foi preso mediante cumprimento de prisão preventiva requerido pela delegada Thays Regina Silva. O investigado foi preso numa residência da Rua Péricles Vieira da Mota, no bairro Santa Mônica, e depois de ser conduzido para a delegacia, onde foi ouvido, confessou o crime. Além de cumprir o mandado de prisão, a Polícia Civil também lavrou um TCO por uso de droga e resistência.

Conforme foi apurado na época, durante o evento, os participantes faziam uso de bebida alcoólica e consumo de entorpecente quando autor e vítima brigaram. O acusado sacou de uma pistola de calibre 45 e disparou um tiro contra a vítima acertando a sua nuca. Um vigia que trabalhava numa empresa, perto do lugar, disse, ao ser ouvido, que durante a madrugada havia muito barulho. Os policiais apuraram que durante aquele horário os participantes fizeram som automotivo. Logo após o crime, o investigado evadiu do local, tomando rumo ignorado.

A arma do crime foi apreendida e juntada ao inquérito policial que será enviado ao Poder Judiciário. Durante a diligência, os policiais civis apuraram o nome do acusado e chegaram a cumprir três mandados de busca e apreensão referentes ao mesmo processo. Depois de prestar depoimento à delegada Thays Regina Silva, o investigado foi conduzido ao presídio Professor Jacy de Assis.

                                                      Produzido pela Assessoria de Imprensa da Polícia Civil de Uberlândia (MG