Covid-19: com mais de 9.000 registros, Uberlândia bate recorde mensal de casos da doença apenas nos 22 dias de janeiro


Marca batida era referente a todo o mês de setembro. Análise do G1 é com base nos dados da Prefeitura, divulgados nos boletins diários.

22/01/2021 19h50  Atualizado há 14 horas

Entre o último sábado (16 de janeiro) e esta sexta-feira (22 de janeiro), Uberlândia registrou 3.091 casos de coronavírus, além de um aumento de mais de 100% no número de mortes causadas pela Covid-19 comparado com a semana anterior. As informações estão nos boletins diários da Prefeitura e são analisadas pelo G1 semanalmente.


BOLETIM: Uberlândia passa dos 52 mil infectados e confirma mais duas mortes pela Covid-19
Seguindo a tendência da semana anterior (3.368 casos), Uberlândia teve pela segunda vez mais de 3 mil infectados pela doença. Além do número semanal, a cidade atingiu a marca de 9.351 casos em todo o mês de janeiro, que representa a maior quantidade de casos confirmados em um únicos mês.

Já nos óbitos, a cidade apresentou aumento de 183% em relação à semana anterior. Nesta semana foram 17 mortes, sendo 11 a mais do que na semana passada.

A volta do crescimento no número de casos e mortes, mostra que a pandemia ainda exige atenção em Uberlândia. Assim, seguir as medidas de biosseguranças são necessárias, como o uso de máscara, álcool em gel e evitar aglomerações.

* Confira abaixo mais comparações dos dados municipais.

Casos confirmados
O primeiro boletim de Uberlândia foi publicado no dia 21 de março. Na época, a cidade já contava com três casos confirmados da Covid-19. Até o fim daquele mês, foram registrados 13 casos positivos da doença.

Em abril, o aumento foi de 137 casos, sendo uma média de 4,5 por dia em Uberlândia. Considerando todo o mês de maio, a cidade registrou 1.097 novos casos da doença. Em junho, o crescimento foi de 5.624 casos.


Ao todo, foram confirmados 5.769 novos casos da doença apenas no mês de julho. No mês de agosto, foram registrados 7.619 novos casos de pessoas infectadas. Em todo o mês de setembro foram 8.761 novos infectados. Em 30 dias de outubro, foram registrados 6.359 casos.

Em outubro o número de registros mensais caiu, com 6.549 novos casos. Em novembro foram confirmados 3.073 casos. Em dezembro foram 4.060 casos. Já em 22 dias de janeiro de 2021, foram 9.351 registros da doença.

Por semana
O G1 mostra no gráfico abaixo o número de casos confirmados em períodos de sete dias. Na tabela, o número de casos não é somado, sendo mostrado apenas os dados referentes a cada semana.

A primeira divulgação no boletim, feita no sábado, dia 21 de março, já registrava três casos confirmados do novo coronavírus. Assim, entre os dias 21 e 27 de março, o número de registros é cinco.

Desde a semana 5 (entre os dias 18 e 24 de abril), Uberlândia começou a registrar crescimento no número de casos confirmados a cada sete dias. Na semana 19 (entre 25 e 31 de julho), o registro de casos caiu, porém, na semana 20 (entre 1º e 7 de agosto), os números voltaram a crescer. A cidade chegou a registrar 7 semanas seguidas com mais de mil novos casos e duas semanas seguidas com mais de 2 mil casos.


Agora, após uma queda no crescimento de casos semanais na semana 39, Uberlândia voltou a registrar aumento pela quinta vez seguida. Nesta semana 44 (entre 16 e 22 de janeiro), a cidade confirmou pela segunda vez mais de 3 mil casos de novos infectados pelo novo coronavírus. Ao todo, foram 3.091 registros.

Evolução semanal dos casos confirmados de coronavírus em Uberlândia

Fonte: Prefeitura de Uberlândia
Ocupação de leitos
Nesta sexta-feira (22), a Prefeitura de Uberlândia registrou uma taxa de 83% de ocupação em leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) da rede pública para Covid-19. No dia 11, a Prefeitura de Uberlândia anunciou a reativação de 16 leitos no anexo do Hospital Municipal, localizado no antigo Hospital Santa Catarina.


A cidade chegou a registrar, por duas ocasiões, 100% de ocupação nas UTIs, sendo a primeira vez entre 26 e 29 de junho. Depois, Uberlândia voltou a registrar 100% em ocupação nos leitos destinados para a Covid-19, entre os dias 23 de agosto e 3 de setembro.

Porém, em relação à todos os leito de UTI, sem considerar apenas os específicos para Covid-19, a ocupação é de 74%.


Mortes
A primeira morte foi confirmada no dia 2 de abril. Durante aquele mês, oito mortes foram registradas. Entre a semana 22 (entre os dias 15 e 21 de agosto) e a semana 25 (entre 5 e 11 de setembro), a cidade registrou mais de 40 mortes semanalmente, assim como na semana 27. Desde então a cidade não registrou mais essa quantidade de mortes.

Uberlândia teve aumento no número de mortes por 5 semanas seguidas e, após uma queda na semana 43, voltou a registrar aumento, com 17 novos óbitos registrados na semana 44 (entre 16 e 22 de janeiro).

Fonte: G1 Triângulo e Alto Paranaíba